Tu B'av - O dia dos namorados


O mês de Av é lembrado por conter o período mais trágico das três semanas ligado à destruição dos dois Templos Sagrados, e o período mais triste do calendário Judaico, mas o dia Quinze do mês de Av muda tudo para um dia de muita alegria.

Muitos pensam que a alegria de 15 de Av (conhecido como Tu Be'Av) está relacionado à uma data comercial criada, assim como em outros países do mundo, para fomentar o comércio porém sem fundamentos Judaicos, conhecido como "O Dia dos Namorados". Pela Torah o conceito de Namorados não existe de forma Judaica, porém este dia de 15 Av, selecionado para esta data pode estar relacionado ao evento hostórico mencionado a seguir:

Encontrar a Alma Gemea é um conceito prático muito importante na filosofia Judaica. Para auxiliar na formação de Casais que tenham Afinidades, Objetivos e Potencial de Sucesso juntos, com a ajuda de D'us.

Em realidade, são cinco os motivos pelos quais ficamos felizes neste dia. 1 – Este foi o dia em que não houveram mais mortos no deserto (durante o período dos 40 anos no deserto). 2 - Casamentos entre as tribos de Israel, e entre o Povo de Israel com a Tribo de Binyamin (Benjamin) foram nesta data permitidos. 3 – Neste dia, após longo período de impedimento, foi permitida a subida à Jerusalém. 4 – Neste dia, anualmente na época do Tempo Sagrado, terminavam de trazer lenha ao Templo e uma grande comemoração era celebrada. 5 - Os mortos no genocídio, comandado pelo imperador romano Adriano (o terrível), da cidade de Betar (na época da destruição do Segundo Templo Sagrado) e cujo enterro fora proibido, neste dia após longo período, com um novo imperador, puderam ser enterrados. A menção do mês de Av nos faz automaticamente ligar com o trágico acontecimento que nele ocorreu - o dia de Tish'á Beav, onde, entre outras desgraças, os dois Templos Sagrados foram destruídos. Após o difícil período das três semanas, em que mantemos costumes de luto, começa o período de consolo, em que D'us volta-se a nós, após termos retornado a Ele.

No dia quinze de Av - Tu Beav, o contraste torna-se mais aparente. Este é um dia de alegria, em que vários acontecimentos positivos aconteceram ao longo da história. Todos eles, marcam o término de algum fato negativo que estava ocorrendo em nosso povo.

A demonstração de que D'us não mais estava irado conosco. Já pagamos pelos nossos atos. Nosso Pai nos espera agora de braços abertos. Está na hora de voltar... Uma pesquisa no Código da Lei Judaica não revela observâncias ou costumes para esta data, exceto pela instrução que, a partir de quinze de Av, deve-se aumentar o estudo de Torá, pois nesta época do ano as noites começam a alongar-se, e "a noite foi criada para o estudo." E o Talmud nos diz que, muitos anos atrás, as "filhas de Jerusalém iam dançar nos vinhedos" em quinze de Av, e "quem não tivesse uma esposa podia ir até lá" para encontrar uma noiva.

E este é o dia que o Talmud considera a maior festa do ano, bem perto de Yom Kipur.

Esperamos que, se D'us Quiser, neste ano seja somada a lista a união total entre nosso povo e Hashem.

Chag Tu B'av.

#tubeav

Destaque
categorias
etiquetas
Nenhum tag.
Arquivo
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

bnei@bnei.org.br

Alphaville, Granja Vianna e região

לעילוי נשמת אהרן בן ברק ז"ל

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now